O Transtorno de Estresse Pós-Traumático faz parte dos distúrbios de ansiedade, e geralmente acontece quando a pessoa passa por uma situação traumatizante, seja de caráter físico ou emocional, fazendo com que ela reviva com frequência aquele momento.

 

 

Precisamos deixar claro que nem todas as pessoas que se expuseram a uma situação traumática, desenvolvem esse transtorno. Fatores como as crenças, pensamentos e habilidade de resolução de problemas levam muitas pessoas a se recuperarem e não desenvolverem o TEPT. Abaixo vamos falar um pouco mais sobre esse problema:

 

Quais são os sinais do Transtorno de Estresse -traumático?

 

Pessoas com TEPT tendem a ter lembranças intensas, angustiantes e involuntárias sobre a situação vivida. Elas também costumam ter pesadelos frequentes, pensamentos assustadores, problemas com sono, perda no funcionamento cognitivo, problemas de concentração, alterações no humor, sofrimentos psicológicos e fisiológicos. E, diante de tudo isso, passam a evitar pessoas e lugares que tragam lembranças do trauma sofrido. Todos esses sinais despertam muita ansiedade e até mesmo depressão.

 

Esse transtorno pode acontecer em qualquer faixa etária e, às vezes, demorar um tempo para que os sinais e sintomas apareçam.

 

Como saber se eu tenho Transtorno de Estresse -traumático?

 

Para um diagnóstico exato, é preciso passar por uma avaliação criteriosa de um psiquiatra que vai indicar um tratamento adequado, caso o TEPT seja identificado.

Infelizmente, a maioria das pessoas que sofre com esse transtorno, só procura ajuda profissional depois de muito tempo após o trauma. O certo a se fazer, é buscar ajuda o quanto antes para uma boa recuperação, já que esse problema costuma diminuir muito a qualidade de vida dos pacientes.

 

Como posso tratar o Transtorno de Estresse pós-traumático?

 

Após o diagnóstico positivo de Transtorno de Estresse Pós-Traumático, o psiquiatra trabalhará formas para ajudar o paciente a superar seus medos e aliviar os sinais físicos e mentais, que são decorrentes do problema. O psiquiatra também pode receitar medicamentos como ansiolíticos e antidepressivos para amenizar o sofrimento com os sintomas causados pelo TEPT. Isso ajudará o paciente a ter um melhor rendimento na terapia, acelerando o seu processo de recuperação.

 

Vale ressaltar que a pessoa pode ter o Transtorno de Estresse Pós-Traumático mesmo que uma situação traumatizante não tenha acontecido diretamente com ela. O fato de presenciar um acontecimento muito forte com outra pessoa, pode desencadear este problema. Mas, independente de como esse problema seja desenvolvido, o importante é buscar ajuda profissional logo nos primeiros sinais da doença para que ela possa ser solucionada mais rapidamente.