O tratamento não-medicamentoso

Alimentação
Hábitos alimentares saudáveis são fundamentais para o bem estar físico e mental de qualquer pessoa. No caso dos pacientes em tratamento psiquiátrico, tais hábitos funcionam também como complemento terapêutico.

Pacientes ansiosos ou insones

  • Evitar café, chocolate, chá preto, chá mate, refrigerantes tipo cola, energéticos e açúcar;
  • Aumentar a ingesta de chás de camomila, erva cidreira, maçã e maracujá.
  • Preferir alimentos ricos em triptofano (pães integrais, cereais integrais, biscoitos integrais, massas integrais, arroz integral, frutas, legumes e chocolate amargo – com moderação.)

    Leia mais...

O Plano Terapêutico

1. O diagnóstico em psiquiatria nem sempre é dado na primeira consulta. São necessárias algumas sessões para que se possa analisar a história de vida do paciente, os seus sintomas (passados e atuais) e a evolução do quadro clínico após o início das medicações.
2. Durante as consultas, o paciente deve tentar detalhar ao máximo os seus sintomas e seu histórico psiquiátrico (início, quando passaram a incomodar muito, medicações que já fez uso...) para poder receber quão logo um diagnóstico e tratamento adequados.

Leia mais...

O Tratamento Medicamentoso

Posologia (modo de usar)
Toda medicação deve ser tomada conforme orientação médica. O uso dos medicamentos é diário, sempre no mesmo horário e preferencialmente com água e de estômago cheio.
Nunca altere as dosagens por conta própria, pois pode ser muito perigoso para a saúde. Sempre avise seu médico se está tomando outras medicações, inclusive medicamentos de uso comum (vitaminas, remédios “naturais”, emagrecedores, anabolizantes), pois podem interferir no tratamento.

Leia mais...